Projetos de Andaimes devem ser acompanhados de ART e normas regulamentadoras

Para ter certeza que você está locando o andaime de uma empresa idônea, é necessário verificar se ela está devidamente inscrita no CREA, com profissionais legalmente habilitados e de acordo com as principais normas que tratam os locadores de andaimes.

Normas Regulamentadoras NR 18 e ABNT 6494

A norma regulamentadora (NR-18) determina que o dimensionamento de andaimes, estruturas de sustentação e fixação devem ser feitas por profissionais legalmente habilitados. Os andaimes devem ser dimensionados e construídos de modo a suportar, com segurança, as cargas de trabalho a que estarão sujeitos.

É obrigatório que os andaimes tenham rodapé e sistema de guarda-corpo. As escadas de acesso também são importantes para que o trabalhador tenha mais segurança ao subir e descer do equipamento, sem precisar escalar sua própria estrutura. A NR-18 define, também, a utilização de piso antiderrapante, que seja nivelado e com revestimento completo.

Qual a importância da ART na locação de andaimes?

Um ponto extremamente importante e decisivo quanto ao aluguel de um bom andaime é a ART – Anotação de Responsabilidade Técnica. Deve constar no projeto o número da ART recolhida pelo profissional responsável. Portanto, é imprescindível que a elaboração do projeto do andaime seja feita por um profissional legalmente habilitado que compreenda as questões envolvidas no sistema e sua montagem.

No documento da ART deve conter os dados do profissional responsável com registro no CREA e a empresa com registro no CREA, os dados do cliente, valor do contrato e descrição das condições do projeto.

Como escolher um bom fornecedor?

A escolha do fornecedor de andaimes deve ser precedida da pesquisa da procedência dos materiais, processos de distribuição e de qualidade empregados na produção do sistema.

O contratante também deve obter da empresa garantias de manutenção, substituição de peças e reparos, assim como exigir certificados de que o produto atende às normas brasileiras vigentes.

Para a Andaimes Urbe, a segurança do trabalhador é requisito fundamental, assegurando o cumprimento da legislação e normas regulamentadoras. Os serviços de montagem dos equipamentos Urbe são feitos com colaboradores capacitados e ART, em conformidade com a NR-18. Nossa equipe é supervisionada por profissionais habilitados e inscritos no CREA. Isso possibilita total segurança aos nossos clientes.

Para mais informações ou dúvidas, fale conosco.

Andaimes Urbe participa de evento sobre Gestão da Segurança e Saúde do Trabalho em Obras de Construção

O evento foi oferecido pela Seconci-SP (Serviço Social da Construção) em parceria com o Instituto Trabalho e Vida. Dentre os assuntos discutidos, foram apresentadas medidas que podem ser adotadas para a redução dos acidentes de trabalho, as normas de proteção em vigor e os meios para torná-las efetivas.

Tivemos também a presença de palestrantes renomados nacionalmente e com vasta experiência na área de segurança do trabalho que abordaram temas como:

  • Prioridade da vigilância sanitária em canteiros de obra
  • Aplicabilidade da NR-12 em canteiros de obra.
  • Aspectos ergonômicos na construção civil / e-social
  • Trabalho em espaços confinados – NR 33.  

Este conhecimento sobre segurança e saúde no trabalho proporciona a atualização profissional e contribui para o desenvolvimento da cultura de prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho. Segurança do trabalhador na obra é uma premissa.

Empresa comprometida com a segurança do trabalhador

A Andaimes Urbe reforça o seu compromisso com a saúde e segurança dos trabalhadores. Nossa missão é trabalhar na prevenção de acidentes e proporcionar a atualização dos colaboradores por meio de treinamentos ministrados por profissionais de segurança do trabalho (técnicos e engenheiros), gestores de RH e empresários interessados no tema.

 

Treinamento de segurança no trabalho para montagem de andaimes forma profissionais capacitados

A montagem dos andaimes deve atender aos requisitos de segurança da Norma Regulamentadora – Condições e Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção (NR-18). Além disso, deve ser precedida de projeto e acompanhada de Anotação de Responsabilidade Técnica (ART).

Promover e garantir a saúde e segurança de todos trabalhadores deve fazer parte da política de gestão de uma empresa. O maior desafio é a conscientização e isso está ligado à cultura de boas práticas de segurança no trabalho.

As pessoas precisam estar cada vez mais conscientes de que é preciso seguir as normas de segurança em qualquer atividade e devem atuar como multiplicadores deste comportamento, zelando não só pela sua segurança, como também pela segurança de seus colegas de trabalho.

Aluguel de andaime com profissionais capacitados

Dentro desse contexto, a Andaimes Urbe investe em qualificação e reforço constante sobre as melhores práticas em segurança do trabalho. São oferecidos treinamentos e reciclagem anuais a todos os colaboradores envolvidos na montagem de andaimes em canteiros de obras. O programa aborda os riscos e as medidas de segurança necessárias para montagem de estruturas de acesso na indústria ou construção civil.

Além do treinamento, a Andaimes Urbe premia e reconhece os profissionais que conciliam boa produtividade com práticas exemplares de saúde e segurança.  

Todos os anos, preparamos um manual de treinamento para nossa equipe, conforme as atividades que executam. As aulas são ministradas por instrutores com comprovada proficiência, sob a responsabilidade de profissional qualificado em segurança no trabalho.  Os certificados de participação neste curso ficam disponíveis para todos colaboradores.

Mais segurança para montagem de andaimes e balancins

As exigências de segurança na fabricação, montagem e uso de andaimes ficaram mais rígidas. O Ministério do Trabalho e Emprego mudou o texto da norma de segurança NR-18 que trata do sistema. A partir de agora, andaimes fachadeiros, suspensos e em balanço precisam de projetos acompanhados por ART (Anotação de Responsabilidade Técnica), registrado no Crea.

Outra alteração passou a exigir que os painéis, tubos, pisos e outros componentes dos andaimes sejam gravados com a identificação do fabricante e informações sobre o produto. Os andaimes suspensos também deverão contar com placas de identificação, colocada em local visível, que mostrem a carga máxima de trabalho permitida.

Na hora da locação de andaimes, é importante que se verifique o cumprimento das Normas Regulamentadoras NR-18 e NR-35 e NBR 6.494, que regulamenta a fabricação dos componentes do equipamento.

Sobre a Andaimes Urbe

A Andaimes Urbe é fornecedora de equipamentos para locação no mercado da construção civil. Oferece mão-de-obra qualificada para montagem de andaimes, conforme os requisitos das normas regulamentadoras e boas práticas de segurança no trabalho. O reconhecimento de uma empresa comprometida com a segurança do trabalhador é resultado de investimentos em treinamento e capacitação de nossos funcionários.

Vamos conversar?

O que são Bandejas de Proteção ou Aparalixos

Bandeja de Proteção urbe

Bandeja de Proteção urbe

O equipamento é semelhante a uma mão francesa, com uma extremidade inclinada para dentro. Sobre a peça da bandeja é feito o assoalho e a parte inclinada em madeira ou chapa de compensado. O objetivo é impedir que objetos que caíram da edificação cheguem ao chão e coloquem em risco quem está embaixo. As bandejas de proteção são, normalmente, fixadas nas faces externas das vigas com ganchos ou chumbadores. A Bandeja de Proteção é obrigatória em todas as obras de edificações com mais de 4 pavimentos e são classificadas pela norma NR18 como primária ou secundária.

Bandejas de Proteção Primária

A bandeja de proteção primária deve estar localizada na primeira laje, na altura do primeiro pé-direito acima do nível do terreno, possuir dimensões mínimas de 2,50 m de balanço em relação à face externa da construção e ser complementada com um elemento de 0,80 m de comprimento fixada a 45º na extremidade da plataforma. Em edificações em que os pavimentos mais altos forem recuados em relação à base, a primeira laje a ser considerada para colocação da plataforma principal é a do corpo recuado.

Bandejas de Proteção Secundárias

As bandejas secundárias são instaladas a cada três lajes, tendo como mínimo 1,40 m de balanço, e são complementadas por faixas de 0,80 m fixadas a 45º nas bordas da plataforma.

Instalação das Bandejas de Proteção

Existem duas formas de fixação de Bandejas de Proteção, a BA e FG. Elas se diferenciam pela uso de gancho na laje ou chumbador de fixação. Tanto a Bandeja Primária quanto a Secundária podem ter essas formas de fixação. A Bandeja de Proteção BA é indicada para reformas ou para quando não tem os ganchos na laje. Já a Bandeja de Proteção FG é indicada para obras em construção, e os ganchos devem ser previamente previstos para serem concretados junto com a laje. Se tiver a possibilidade de concretar o gancho na laje, a montagem da bandeja será bem simples. Será somente o encaixe do suporte.
Agora você já sabe o que são Bandejas de Proteção. Segurança na obra é com a Andaimes Urbe, alugamos o equipamento na região de São Paulo e Campinas. Entre em contato com a nossa equipe.

Cadeirinha Trava Quedas

Video Cadeirinha Suspensa Urbe

Uso da Cadeirinha Trava Quedas

Cadeira Trava Quedas Urbe foi desenvolvida para atender as áreas de construção civil e industrial em serviços de pintura, limpeza de fachadas, instalação de antenas, montagem e manutenção de tubulações externas e reparos gerais. Este equipamento também é conhecido como Cadeirinha Sobe Desce, pois possui um um sistema de tração com roldanas que permite a movimentação para cima ou para baixo a partir de manivela com trava de segurança, dando mobilidade total ao trabalhador e deixando qualquer serviço mais ágil e perfeito em sua realização. É o equipamento ideal para trabalhar em espaços exíguos e confinados.


 Sobre a instalação da Cadeirinha Suspenso

A instalação ou desmontagem da cadeirinha pode ser efetuada em qualquer posição do cabo de aço. O equipamento conta com dupla trava de segurança e os sistemas funcionam independentes com capacidade de carga = 118Kg (com operador incluso) e velocidade operacional de aproximadamente 4m/min. As fixações podem ser realizados por meio d ganchos, vigas, afastadores e contrapesos, ressaltando que cada edificação é de uma forma específica e, precisa de profissional legalmente habilitado para analisar, projetar, acompanhar e responsabilizar-se por cada situação.


Uso do Trava Quedas

Equipamento de proteção individual que é obrigatório em trabalhos em altura acima de 2 m (NR-18). Utilizado em conjunto com o cinto de segurança e acoplado em corda de poliamida (tipo bombeiro) de 12 mm. Equipamento que em caso de queda acidental, trava na corda evitando a queda do usuário.

Cadeirinha Suspensa Urbe

Norma de segurança no trabalho NR18

Ressaltamos alguns tópicos da norma de segurança no trabalho NR18, o que não elimina a necessidade de conhecimento de toda a norma:

    • 18.15.30
      Os sistemas de fixação e sustentação e as estruturas de apoio dos andaimes suspensos devem
      ser precedidos de projeto elaborado e acompanhado por profissional legalmente habilitado;
    • 18.15.32
      A sustentação dos andaimes suspensos deve ser feita por meio de vigas, afastadores ou outras
      estruturas metálicas de resistência equivalente a, no mínimo, três vezes o maior esforço
      solicitante;
    • 18.15.32.1
      A sustentação dos andaimes suspensos somente pode ser apoiada ou fixada em elemento
      estrutural;
    • 18.15.32.1.1
      Em caso de sustentação de andaimes suspensos em platibanda ou beiral da edificação, essa
      deve ser precedida de estudos.
      Alugue a Cadeirinha Suspensa Urbe para a sua obra.

Solicite informações

Andaimes Urbe realiza treinamento de trabalho em altura NR-35

Trabalho em Altura NR 35

Trabalho em Altura NR 35

O trabalho em altura é um trabalho com risco considerável para trabalhadores na na indústria da construção civil.
Ciente dos seus princípios que são a ética e o respeito à legislação, apoiando ações que visem a segurança e bem estar de seus colaboradores, a Andaimes Urbe realizou um treinamento de trabalho em altura em cumprimento da normal reguladora NR-35.
O trabalho em altura é toda atividade executada acima de dois metros do nível inferior e que possua risco de queda.

Treinamento Andaimes Urbe NR 35

O principal objetivo do treinamento foi atualizar os colaboradores da Andaimes Urbe sobre a gestão do trabalho em altura, envolvendo o planejamento e a adoção de medidas técnicas para evitar a ocorrência ou minimizar as consequências das quedas de altura, tornando o trabalhador apto para o exercício da sua função.

O treinamento foi teórico e prático com carga horária de oito horas e incluiu em seu conteúdo toda a NR-35, analise de riscos, sistemas, equipamentos e procedimentos de proteção coletiva e individual. Além disso, preparou os trabalhadores para agir em situações de emergência, com noções de técnicas de resgate e de primeiros socorros.

A NR-35 foi publicada no Diário Oficial da União em 27 de março de 2012, os itens relativos ao planejamento, organização e execução do trabalho em altura, Equipamentos de Proteção Individual (EPI), acessórios, sistemas de ancoragem, emergência e salvamento, haviam entrado em vigor em agosto de 2012.

Dicas de segurança do trabalho para realização de trabalhos em fachadas com andaimes e balancins

Segurança do Trabalho em fachada

Segurança Trabalho em Fachada

Procedimentos de segurança a serem observados na realização de serviços de pintura ou limpeza de fachadas atendendo as exigências do Ministério do Trabalho contidas nas Normas Regulamentadoras:

  • Andaimes e cadeiras suspensas só podem ser operadas por pessoas habilitadas, treinadas e com aptidão atestada em exame médico.
  • Não utilizar andaimes e cadeiras improvisados.
  • Usar andaimes ou cadeira suspensa com cinturão de segurança ligado a cabo guia com trava-quedas.
  • Deve ser usado capacete de segurança com jugular, além dos outros EPIs (Equipamentos de
  • Proteção Individual)de acordo com a tarefa.
  • Só passar do edifício ao andaime ou cadeira suspensa após conectar o trava quedas ao cabo guia e só se desconectar do cabo guia após retomar ao edifício.
  • Não trabalhar com chuva ou vento.
  • Não utilizar cabos de sustentação danificados.
  • Utilizar ponto de ancoragem com resistência mecânica compatível.
  • Isolar o local abaixo dos trabalhos em fachada para impedir a presença de pessoas que poderiam ficar sob o local de trabalho.
  • Existindo risco de queda de materiais nas edificações vizinhas, estas devem ser protegidas.

Planejamento do Trabalho com Andaimes e Balancins

Mini Grua

  • Todo serviço realizado em fachada exige um planejamento dos seguintes itens:
  • Tipo de fachada, estado dos componentes e resistência dos beirais.
  • Definição dos materiais e equipamentos necessários para realização dos trabalhos.
  • Se a fachada estiver próxima ou junto ao passeio (calçada) deve ser instalada tela de proteção de fachada e galeria de proteção sobre o passeio com altura interna livre de no mínimo 3,00 m, para previnir a possível queda de materiais sobre pessoas.
  • Em caso de necessidade de realização de serviços sobre o passeio, a galeria deve ser executada na via pública, devendo neste caso ser sinalizada em toda sua extensão, por meio de sinais de alerta aos motoristas nos 2 extremos e iluminação durante a noite, respeitando-se à legislação do Código de
  • Obras Municipal e de trânsito em vigor.
  • As bordas da cobertura da galeria devem possuir tapumes fechados com altura mínima de 1 m, com inclinação de aproximadamente 45º.

Instituto Trabalho e Vida realizará Seminário Técnico sobre Segurança e Saúde na Indústria da Construção

Segurança no Trabalho Andaimes

O Instituto Trabalho e Vida realizará o Seminário Técnico Segurança e Saúde na Indústria da Construção, que ocorrerá no dia 29 de maio e abordará os aspectos relacionados à NR 18.
O evento acontecerá no Teatro Secondi, localizado em São Paulo na Avenida Francisco Matarazzo, 74.
A Andaimes Urbe participará do evento que é destinado a empresas construtoras, engenheiros, mestres de obras, técnicos de Segurança do Trabalho, entre outros profissionais atuantes na área da construção civil.

A programação do curso sobre a NR 18 contará com as palestras

  • Gestão de Segurança e Saúde em obras de grande complexidade;
  • Gestão de Segurança e Saúde em obras de grande complexidade;
  • Gerenciamento de Documentação de Fornecedores;
  • Perícias em SST em canteiros de obra da Indústria da Construção;
  • As implicações dos Fatores de Riscos Ocupacionais do eSocial – MOS 2.0 na Indústria da Construção;
  • A obrigatoriedade da NR 16.200 e da instalação dos dispositivos de segurança para os elevadores de cremalheira a partir de maio de 2015;
  • Aplicabilidade do novo texto da NR 18 nos canteiros de obra;
  • Gestão na escolha, uso e controle de andaimes tubulares e suspensos;
  • Boas práticas em SST nos canteiros de obra;
  • A adequação dos canteiros de obra à NR 12 e a revisão da NR 18.

Informações:
11-3105-4680 | 3106-2311
www.trabalhoevida.com.br

Evitando acidentes com o uso de andaimes

Segurança do Trabalho em fachada

O andaime é uma estrutura montada para permitir o acesso dos trabalhadores para execução dos serviços nas mais variadas alturas, facilitando a construção ou o reparo da obra. Para manter a segurança é preciso cumprir algumas normas de segurança no uso de andaimes. Seja no canteiro de obras ou planta industrial, certos riscos devem ser evitados para aumentar a segurança dos operários e da obra.A legislação de segurança no trabalho, norma NR18, exige que a utilização de andaimes deva ser supervisionada por profissional legalmente habilitado. Os andaimes devem passar por inspeção de qualidade e devem seguir as instruções de manutenção do fabricante / empresa locadora.

Alguns pontos importantes no momento da montagem dos andaimes:

  • Obrigatório que o andaime seja montado em solo estável com suas bases niveladas;
  • Não se deve ultrapassar o limite do peso estipulado pelo fabricante;
  • Respeite as condições climáticas, tenha cautela no uso em dias de chuva;
  • Verificar se as rodas do equipamento estão travadas;
  • Quando houver instalação próxima à rede elétrica, a concessionária de energia deverá ser acionada a fim de orientar a distância e os cuidados a serem tomados;
  • Os trabalhadores devem ser orientados e capacitados para trabalhar sobre a estrutura dos andaimes e utilizar todos os equipamentos de proteção individual – EPIs – como trava-quedas e capacete, conforme normas de segurança exigidas.

Lembramos que essas são apenas algumas dicas de segurança para realização de trabalho em altura com uso de andaimes. É importante ter conhecimento das exigências da norma de segurança no trabalho NR18, específica para o uso andaimes e da NR35, específica para trabalho em altura.